O homem quer sexo e a mulher quer carinho

Foto: Jussara Potter

Vivemos no século XXI e ainda a maioria das pessoas têm dificuldade de falar sobre sexo, principalmente, dentro das Igrejas e nos lares mais tradicionais.
O sexo entre a mulher e o homem, entre o marido e a esposa primeiramente foi criado por Deus.
Na Bíblia, na carta de Paulo, I Coríntios 7:4 diz:
“A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher.”
Fica claro nestas Palavras o direito que ambos têm em ter o prazer, o desejo, o gozo, alegria matrimonial e o orgasmo.

Inúmeras mulheres dizem ter um casamento insosso, sem romantismo, apático, sem sal e sem açúcar. Mas, também, muito mais homens dizem não ter a alegria do bom sexo no casamento.
O que se resume em:  Mulheres sem carinho não fazem sexo e homens sem o sexo não dão carinho.

Billy Graham disse: “…quando uma pessoa não é humilde ela coloca no outro a culpa da sua incapacidade” e essa verdade se aplica com excelência à muitos casamentos, pois o comum de se ouvir é sempre que o outro não fez, não falou, não agiu, não cuidou, meu marido é um ogro, minha esposa está sempre cansada, com dor de cabeça.
Assim o homem e a mulher vão se tornando cada vez mais vulneráveis aos enganos do dia a dia e de seus próprios pensamentos enganosos e até mentirosos, se esquecendo de que temos uma obrigação com nosso cônjuge.

Não será tempo de olhar para dentro de você? Quais são as suas dificuldades? Medos? Insatisfações? Erros? Egoísmo?
Quando paramos para nos olhar, tudo fica mais leve e mais fácil, pois o erro, a dificuldade, podem estar em você.

Sem diálogo, sem a alegria de um bom papo, de uma compreensiva conversa jamais o sexo do seu casamento será prazeroso.
Mágoas passadas, não expostas, não tratadas, só tendem a fermentar cada dia mais dentro do seu corpo, trazendo assim as famosas doenças psicossomáticas.
Será que não vale a pena uma conversa? O diálogo? O perdão?
Sua vida conjugal pode ser muito mais leve e feliz!

Todos nós passamos por adversidades em nossas vidas e com fé em Deus e vontade nós superamos.
Dá tempo. Acredite!

Nós temos instintos veementes que são:
* fome
* sede
* sexo (independente da idade, o desejo sexual continua.)

O sexo no casamento é uma aliança que une o homem a sua mulher, para beneficiá-los. Cultive esse ato que pode trazer tantos benefícios para vocês, inclusive para a sua saúde física.

Se for necessário procurar ajuda, não se intimide. Há profissionais que com excelência e maestria podem te orientar, e não é vergonha para ninguém, feio é ter um relacionamento de faixada.

Homem, volte a fazer gentilezas, mimos, carinho à sua amada; um bom dia com mais doçura pode trazer uma noite bem saborosa para você com a sua princesa.

Mulher, uma noite de prazer, de bom sexo com o seu amado, certamente, te trará dias bem mais leves.
E se você estiver se perguntando, e quantas vezes devo fazer sexo, fazer amor no mês? Bem… quantas vezes o seu cônjuge der indícios de que hoje ele gostaria de te amar!!!
Uauuu! Você pode pensar, que pesado, que difícil.
Mas tenha a convicção, de que se no meio de vocês houver amor, respeito, carinho, gentilezas e diálogo será sempre fácil e prazeroso.
Simples assim! Seja feliz no amor.

Adriana Bertelli dos Anjos
Psicóloga.

Adriana Bertelli dos Anjos é  Psicóloga, Pastora e Pedagoga.  Casada com Joel dos Anjos , mãe de duas filhas, Lana e Valentina. É membro da Igreja Assembléia de Deus Madureira e vive atualmente em Piracicaba SP / BRA .
Adriana faz Atendimento Clínico Presencial ou FaceTime/Skype)
Contato: Perfil do Facebook